Glutamina

Um dos aminoácidos mais importantes para o organismo, a Glutamina está envolvida na produção de novos tecidos musculares, melhora do rendimento nos treino e recuperação. No entanto, sua principal importância para os atletas é evitar o catabolismo muscular, uma das maiores preocupações para quem busca por hipertrofia.

LEIA MAIS

O que é Glutamina

A substância é metabolizada pelo organismo a partir de outros aminoácidos, principalmente os que compões o BCAA. Representando 20% de todos os aminoácidos existentes no plasma, a Glutamina é mais abundante do organismo. Além do desenvolvimento muscular, o nutriente é primordial para o sistema imunológico, transporte de nitrogênio e amônia para o interior das células e bom funcionamento de muitos órgãos do corpo humano, como intestino, coração, pulmões, rins e fígado.

Ganho de massa muscular

A concentração de Glutamina no interior das células tem uma forte influência no processo de síntese proteica. A substância provoca aumento da hidratação intracelular, processo que sinaliza ao organismo para sintetizar mais proteínas e interromper a quebra de células musculares para a produção do nutriente. Dessa forma, a substância age em duas frentes, tanto no aumento de massa magra quanto para interromper o catabolismo muscular.

Quem deve tomar Glutamina?

Por ser um aminoácido não essencial, o corpo produz uma quantidade suficiente para manter as funções mais essenciais do organismo. No entanto, quem pratica atividade física de alta intensidade, como musculação, costuma gastar grande parte desse estoque durante a realização do exercício. O restante não será suficiente para a reconstrução das fibras musculares ou até mesmo manutenção das funções essenciais, sendo necessário o consumo de um suplemento de Glutamina.

Como fazer uso da Glutamina?

A dosagem deve seguir a indicação dada pelo nutricionista ou a que se encontra no rótulo do suplemento. Normalmente, a quantidade a ser consumida fica entre 10 e 15g, sendo dividida em duas ou três vezes ao dia. Antes de dormir e depois de treinar são os melhores momentos para fazer uso da substância. Para promover melhor aproveitamento da Glutamina, deve-se consumi-la com carboidratos simples ou frutas, pois eles elevam a quantidade de glicose presente no sangue, facilitando a entrada do nutriente na célula.

Suplementação auxiliar

Para potencializar os efeitos da Glutamina, é preciso combiná-la com suplementos com grande concentração proteica e de carboidratos. No pós-treino, recomenda-se consumi-la com um Whey Protein Concentrado que tenha uma boa quantidade de carboidrato em sua fórmula ou uma proteína isolada e um carboidrato de rápida absorção. Antes de dormir, o melhor é combina-la com uma proteína de absorção mais lenta, como Albumina e Caseína.

129 produtos encontrados.
1 2 3 4 5
Ordenar por:
129 produtos encontrados.
1 2 3 4 5
Ordenar por: